quinta-feira, 26 de julho de 2007

Ligados em Rede desde o dia 17/7



Vamos construir à escala global um grandioso CORPO colectivo de ENERGIA AMOROSA pelo Planeta.




No passado dia 17 de Julho pelas 12h 11m, hora de Portugal (+1h do GMT), realizou-se uma meditação de 60 minutos pelos Planeta TERRA.




Milhões de pessoas fizeram o mesmo em todo o Globo ao mesmo tempo.



O Problema



O nosso mundo está a entrar num estado de caótico. Este planeta não pode mais suportar os nossos hábitos actuais. Ele não tem recursos suficientes para suprir a procura de petróleo, madeira ou água para sustentar a vida neste planeta.




A Mãe terra não consegue mais filtrar nossos poluentes. Ela está se asfixiando até à morte. A Terra é um ser vivo. Ela está viva e respirando, mesma que continuemos a tratá-la com completo desrespeito e irreverência. Dentro dos próximos vinte e cinco anos não haverá água potável suficiente, madeira ou combustíveis fósseis para continuar mantendo este planeta com as necessidades humanas actuais. Isto significa que bilhões de nós ficaremos sem comida, combustível ou água por volta de 2025. Explique isso para seus netos!!!



Uma outra grande preocupação tem que ver com os nossos oceanos que estão mudando rapidamente: nalguns ponto ele está aumentando a temperatura noutros bem pelo contrário pelo simples facto de receber correntes oriundas do descongelamento das calotas polares. Este aquecimento das calotes está introduzindo milhões de litros de água doce, desalinizando de modo preocupante os oceanos. Isso significa que o nível de sal nos oceanos está diminuindo o que altera de forma muito significativa o habitat natural de muitas criaturas do oceano e sua vegetação que assim poderão morrer pois não terão tempo para se adaptar a esta nova composição de água.





O Plano



Os seres humanos escolheram, há milhares de anos atrás, em se desconectarem entre si, de uma rede colectiva natural, de forma a poder usufruir do seu livre arbítrio. Esta desligamento tem-nos permitido tomarmos decisões próprias e sermos independentes. Mas isso, também, nos levou a cometer vários erros que estão afectando adversamente este planeta. E além de tudo, tem dificultado a nossa ligação directa com A FONTE. Neste momento nós estamos num ponto de viragem em que a nossa desconexão pode significar o fim de nossa Terra tal como a conhecemos hoje.



Juntos nós reinicializamos a Mãe Terra com uma bio-energética “FONTE DE AMOR” oriunda da Humanidade. Quando nos sentámos TODOS em meditação simultanea e reactivámos a Rede por uma hora, nós unimos o globo e conectamos todas as regiões da terra simultaneamente. Neste processo, nós unimos nossos espíritos em amor, paz, harmonia e cooperação coletiva visando um mundo melhor para nossos todos.



Voltámos a ser UNOS e conectados com a FONTE Divina que outrora já fomos o que implicou duas coisas:



- Primeira, esta rede pulsará energia curativa na direção do centro da terra, regenerando seu núcleo, ou o coração do Planeta. Assim que nós estaremos, individualmente, doando o dom de nossas intenções verdadeiras, o dom da nossa individualidade e o dom de nossa energia curativa pelo Planeta.



- Segunda, os seres humanos são como pequenas varinhas iluminadas, canalizando a energia de Deus para o planeta. Em virtude de nos termos separados de uma completa ligação com A Fonte, por não termos uma rede humana a funcionar totalmente e por isso a energia de Deus não flui em direção à Terra. Se nós optarmos por nos unirmos para reconstruir a nossa rede, então, o fluxo natural de energia entre nós e Deus, Deus e a Terra, e de pessoa para pessoa, será restabelecido.


Esta energia viverá assim eternamente com a terra e seus habitantes. O esplendor da intenção do nosso Criador será derramado em nossa direção e irá concretizar-se na criação deste novo campo de energia para nosso planeta.



Dia 17 de Julho iniciou-se uma jornada amorosa pelo Planeta TERRA. Continue a meditar pela sua Cura.



Texto retirado e adaptado do site: http://www.firethegrid.org/



Fiquem bem



(A Mónada)